Na Suécia, Correios exigem carimbo da pata de cachorro para receber encomenda

Ao tentar buscar um pacote nos Correios, enviado para a cachorra Chaya, a tutora Marie Palmgren descobriu que precisava de mais que uma assinatura.

Receber um pacote via Correios não deveria ser algo tão difícil, mas não foi o que vivenciou a assistente social sueca Marie Palmgren, de 57 anos, tutora da boxerweiler chamada Chaya, no início de agosto. Uma amiga britânica havia enviado, ao seu endereço, um brinquedo para o animal de estimação da colega e, como brincadeira, endereçou o pacote à Chaya – Chaya Palmgren, ao invés da tutora Marie.

Mal sabia a amiga, porém, do trabalho que daria para Marie retirar o pacote nos Correios sueco. “Depois que recebemos a notificação de que o pacote chegou, os Correios exigiram que o destinatário comprovasse o recebimento” disse Marie.

A tutora explicou que sua cachorra não sabia escrever, e portanto, não poderia assinar. A partir daí o Correios Suéco criou uma alternativa para entrega de encomenda para animais, usando a pata do animal como um carimbo, que serviria de protocolo de entrega.

Na foto, Chaya com o presente enviado por uma amiga da família: Uma fonte de água.

O que você achou dessa alternativa do Correios da Suécia?

As informações são do site https://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/animal/correios-exigem-carimbo-pata-cachorro-retirada-encomenda/

Lisandro Frederico

Lisandro Frederico tem 28 anos e desde criança é apaixonado por animais. Atualmente preside a ONG PAS (Projeto Adote Suzano) e seu trabalho já proporcionou a doação de mais de 2 mil animais que viviam em situação de risco. A ONG também colaborou com mais de mil castrações para os animais da cidade. A PAS é a primeira ONG de resgates e doações do município de Suzano Suzano em São Paulo. É requisitada e considerada referência para várias cidades da região.