Carreata e buzinas marcam última homenagem à Bianca Nunes, professora que morreu no domingo

Uma carreata, na manhã desta segunda-feira (06), pelas ruas do centro de Suzano, homenageou a professora Bianca Nunes, que morreu neste domingo (05), após uma dura batalha contra o um câncer.

Diversos veículos participaram do evento, que contou com um buzinaço. Em respeito ao período de isolamento social, todos os participantes usaram máscaras e ninguém saiu dos carros.

Aos 42 anos, a professora era muito respeitada no meio educacional por sua atuação e defesa da Educação. Bianca ficou conhecida pelo ativismo em prol da educação, em toda a região. Ela deixa como legado a busca por um ensino público de qualidade.

Ao final da carreata, a professora Miriam Mendes parou o carro em frente ao velório onde Bianca estava sendo velada. Muito emocionada, ela direcionou sua fala aos amigos e familiares. “A luta de Bianca agora é a nossa”, pediu.

MAIS HOMENAGENS

Desde a notícia do falecimento, as redes sociais também se encheram de manifestações de condolências a educadora. “Suzano e todos nós perdemos muito com a sua partida”, disse o professor Milson Almeida.

“Você agora é ideia! Um orgulho. Algo novo. Seu nome é POVO e você está em nós”, declarou Flora Rocha, professora e amiga de Bianca.

“Uma luz que se apagou, mas que estará sempre guardada em nossos corações, escreveu a enfermeira Maria Gomes.

“Perdemos uma mulher maravilhosa, guerreira e batalhadora. Uma grande amiga”, publicou o amigo Alexandre Kyd.

LEMBRANÇAS

“MEU NOME É POVO!”. Foi assim que Bianca, militante da Educação, respondeu aos políticos que queriam saber daquela mulher que subiu na tribuna da Câmara Municipal de Suzano, numa audiência pública e cobrou mais respeito ao sistema de ensino.

Bióloga, ativista, educadora e suplente de vereador. São muitos os adjetivos que definem essa mulher, porém, ela abusava da humildade na hora de se autodefinir. Queria ser lembrada apenas pelo título que mais lhe orgulhava: ser professora.

REQUERIMENTO DE PESAR

O vereador Lisandro Frederico, amigo da professora e presidente do partido Avante, onde ela estava filiada, protocolou um Requerimento de Pesar pelo falecimento. Na sessão ordinária desta quarta-feira (08), a Câmara Municipal fará um minuto de silêncio em memória da professora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Conversar agora!
Envie sua mensagem que retornaremos o contato em poucos minutos.

× Chat Online - WhatsApp