CDP de Suzano: vereador fiscaliza a confirma 40 casos de covid-19, sendo 13 funcionários

O Centro de Detenção de Provisória (CDP) de Suzano já registrou 40 casos de covid-19 até o momento. São 13 funcionários e 27 detentos. O balanço foi divulgado pela Prefeitura de Suzano, após requerimento encaminhado pelo vereador Lisandro Frederico (Avante). Em maio, um agente penitenciário, que atuava na portaria da unidade, morreu em decorrência do novo coronavírus.

Em 22 junho, a Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (SAP) havia informado à Imprensa que havia apenas três confirmações entre os servidores e outras três entre os detentos.

“Estamos preocupados com o nível de avanço dos casos, que coloca em risco os detentos, famílias e servidores, que alguns são da Prefeitura”, alertou Lisandro. Operando com praticamente o dobro da capacidade (capacidade de 844, mas abrigando cerca de 1.600), o local está com as visitas suspensas desde 20 de março.

O vereador lamentou o fato de, mesmo tendo servidores municipais “emprestados” ao CDP, a Secretaria Municipal de Saúde não realiza nenhum tipo de ação no combate ao covid-19 no local, conforme resposta ao requerimento encaminhado por Lisandro e respondido pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi.

“A Prefeitura fez apenas o levantamento de casos e nada mais. A Secretaria Municipal de Saúde precisa trabalhar em parceria com a SAP e com a Secretaria Estadual de Saúde para oferecer o apoio necessário aos servidores do CDP e em uma ação conjunto de enfrentamento”, sugeriu o vereador em defesa dos serviços da Prefeitura que estão no local.

PROTOCOLOS
Segundo a SAP, todo servidor com suspeita do novo coronavírus é afastado, sob medidas de isolamento em residência, conforme orientações do Comitê de Contingência. O quadro clínico do paciente é acompanhado e ele recebe o suporte necessário para sua recuperação.

Quando a suspeita ocorre entre presos, o paciente é isolado e a Vigilância Epidemiológica local é contatada. Ainda conforme a Secretaria, os servidores em contato fazem uso de equipamentos, como máscaras e luvas. Se confirmado o diagnóstico, o detento é isolado em enfermaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Conversar agora!
Envie sua mensagem que retornaremos o contato em poucos minutos.

× Chat Online - WhatsApp