Lisandro destaca economia de R$ 1,5 milhões por mês com a reestruturação administrativa

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (4), o projeto enviado pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi, que definiu a nova estrutura organizacional da Prefeitura. A aprovação ocorreu durante uma sessão extraordinária, convocada após o pedido de urgência na tramitação do projeto feito por Ashiuchi. A maior parte do Legislativo está de recesso e a sessão extraordinária acabou por ser tornar a primeira reunião da atual legislatura.

A proposta, que entrará em vigor a partir da publicação, o que ocorrerá após ser sancionada pelo prefeito, determinou as atribuições e as competências dos órgãos da administração direta. Entre as principais mudanças está a redução do número de secretárias municipais de 24 para 19.

Planejamento, Gestão Financeira e Fazenda se transformaram na Secretaria de Planejamento e Finanças; Desenvolvimento Econômico, Agricultura Familiar e Segurança Alimentar agora fazem parte da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego; Obras e Infraestrutura e Assuntos Urbanos foram integradas à Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação; e, por fim, a Secretaria de Planejamento e Governo Comunitário acabaram incorporadas à Secretaria de Governo.

O vereador Lisandro Frederico (PSD), o Lisandro da ONG PAS, relator da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal, ressaltou que o projeto deve gerar uma redução de cerca de R$ 1,5 milhão por mês aos cofres municipais. “A proposta permite a revisão de gratificações e a reestruturação dos cargos comissionados”, destacou.

De acordo com o parlamentar, o prefeito procurou os vereadores na manhã de segunda-feira (2), na sala de reuniões da Câmara. “A atitude do prefeito, que procurou a Câmara para explicar o projeto antecipadamente, merece elogios. Ele garantiu que manterá está postura de respeito aos vereadores”, revelou.

Lisandro Frederico avalia que, apesar dos benefícios e da atenção do prefeito com o Legislativo, um projeto desta importância mereceria ser analisado por um período maior, o que não ocorreu devido ao pedido de urgência feito pelo prefeito. A proposta tramitou pela Câmara por apenas 48 horas. “Eu compreendo a urgência da cidade em buscar recursos para tapar o enorme buraco deixado pela gestão anterior, por isso, considero este caso uma exceção, porém, ressalto ser preciso que os vereadores, a partir de agora, tenham tempo suficiente para estudar a fundo os projetos sejam eles vindos do Executivo ou que tenham origem na própria Câmara”, afirmou.

Unidade de Planejamento

Outro ponto importante da reestruturação foi a criação da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos na Prefeitura. O órgão será responsável por organizar e acompanhar os projetos que envolvam recursos recebidos do Estado e da União. “Com este novo órgão, a expectativa é que não haja perda de recursos por negligência na condução de projetos em parceria com os governos do Estado e Federal. No ano passado, por exemplo, antes mesmo de tomar posse, consegui para a cidade, por meio de um articulação com o deputado federal Ricardo Izar, uma emenda de R$ 100 mil destinada à castração de animais”, lembrou.

Lisandro Frederico

Lisandro Frederico tem 28 anos e desde criança é apaixonado por animais. Atualmente preside a ONG PAS (Projeto Adote Suzano) e seu trabalho já proporcionou a doação de mais de 2 mil animais que viviam em situação de risco. A ONG também colaborou com mais de mil castrações para os animais da cidade. A PAS é a primeira ONG de resgates e doações do município de Suzano Suzano em São Paulo. É requisitada e considerada referência para várias cidades da região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Conversar agora!
Envie sua mensagem que retornaremos o contato em poucos minutos.

× Chat Online - WhatsApp