Onde foram parar os R$ 10 milhões? Prefeitura de Suzano volta a esconder o nome dos jornais que recebem milhões de reais do dinheiro público

Após denúncias do vereador Lisandro Frederico (Avante), a Prefeitura de Suzano passou a esconder o nome de veículos de Imprensa que recebem dinheiro público da Administração Municipal.

Lisandro é o primeiro vereador a questionar o desperdício de dinheiro público para manipulação dos veículos de imprensa da cidade. “A publicidade institucional é necessária, mas, em Suzano, o dinheiro público é desperdiçado para manipular a Imprensa. São inúmeros escândalos que não chegam até a população porque a Imprensa tem mais interesse em manter a relação lucrativa com a atual administração do que mostrar a verdade”, critica o vereador.

Lisandro é autor de uma denúncia feita ao Ministério Público que fez com que a Prefeitura cumprisse a lei e garantisse a transparência nos gastos do dinheiro dos impostos dos suzanenses com os veículos de comunicação da cidade.  “Após conquistarmos a transparência dos gastos, descobrimos que mais de R$ 10 milhões foram pagos aos jornais, muitos deles não atuam em nossa região e outros foram criados de última hora, apenas para justificar o gasto”, contou.

A transparência nos gastos com publicidade fez com que a população de Suzano aumentasse a desconfiança com o papel da Imprensa, frente a inúmeras denúncias que envolvem a Administração de Suzano, mas que são ignorados.

Na Câmara de Suzano foram inúmeras as denúncias de irregularidades em licitações, aumento abusivo de tarifas, nepotismo e improbidade administrativa do prefeito. Todos os casos foram encaminhados para a Imprensa, no entanto, em nenhum deles houve cobertura dos veículos.

A desconfiança da população fez com que a Prefeitura recuasse da transparência dos recursos repassados a imprensa. Desde o último semestre, a Prefeitura de Suzano resolveu esconder o nome dos veículos que receberam recursos da Administração.

No site oficial da Prefeitura, o relatório de pagamentos para Imprensa foi reduzido para divulgar apenas o número da nota fiscal, a data de emissão e o valor pago. Não é possível identificar quais veículos receberam os recursos.

PERSEGUIÇÃO

O vereador também afirma que, após desvendar a relação imoral entre a Prefeitura e alguns veículos de Imprensa, passou a ser alvo de reportagens tendenciosas e repleta de fake news.

Em novembro de 2019, uma denúncia foi montada pelo prefeito na tentativa de cassar o mandato do vereador. Na época, os veículos que mais recebem recursos da Administração de Suzano passaram a estampar Lisandro em suas capas e fazer uma ampla cobertura de notícias negativas e/ou falsas sobre o parlamentar.

Durante os quatro meses de investigação, inúmeras evidências comprovavam a armação montada contra o vereador. No entanto, a Imprensa não abriu espaço ou destaque para informações que reforçassem a inocência do vereador diante da acusação.

Ao final, quando a Câmara Municipal constatou não haver provas contra o vereador e arquivar a denúncia, os mesmos veículos que deram ampla cobertura ao caso, não deram nenhum destaque na absolvição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Conversar agora!
Envie sua mensagem que retornaremos o contato em poucos minutos.

× Chat Online - WhatsApp