Prefeito atende solicitação de Lisandro e obras do canil começam em novembro

Serão investidos R$ 300 mil no local, que passará a ter uma sala cirúrgica e melhores condições para os animais  

As obras de reforma e modernização do Canil Municipal em Suzano terão início em novembro deste ano. Serão investidos R$ 300 mil no local, que passará a ter uma sala cirúrgica. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18) pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi. O chefe do Executivo destacou que a reforma do espaço atende a um pedido feito pelo vereador Lisandro Frederico.

“A reforma é um conquista muito importante para a causa animal”, afirmou Lisandro. “Com a implantação do centro cirúrgico dentro do canil será possível fazer com que a campanha de castração gratuita de animais seja ampliada e também haverá melhores condições para os animais que vivem lá. Isso fará com que ocorra uma diminuição no número de animais abandonados”, destacou Lisandro.

Além da possibilidade de realizar intervenções cirúrgicas, a reforma vai contemplar as salas já existentes, que passarão por adequações. “Agradeço ao prefeito por ter colocado a causa animal como uma das prioridades na gestão. Apesar dos problemas orçamentários, ele compreendeu que a causa animal está diretamente ligada à saúde pública e, por isso, merece atenção”, destacou o vereador.

Em janeiro, como uma das primeiras ações do mandato, Lisandro foi até o canil e encontrou diversos problemas, como medicamentos vencidos há vários anos. Desde então, Lisandro passou a trabalhar para que as obras de reforma fossem rapidamente iniciadas. “Era nítido que nem mesmo os servidores municipais tinham condições de trabalhar adequadamente naquele local. Esta é mais uma conquista dos protetores de animais e das ONGs de proteção animal de Suzano e de toda a região”, frisou.

“Depois de tantos anos de descaso com as políticas para a causa animal, saber que o nosso trabalho está surtindo efeito é muito gratificante e prova que estamos no caminho certo”, avaliou Lisandro. “A reforma se junta a outros avanço significativos, como o canal para denúncia de maus-tratos, o processo para contratação do serviço de castração gratuita, a Criação da Comissão de Bem Estar e Proteção Animal na Câmara, a Compra de medicações para os animais do Canil Municipal, entre outros”, enumerou Lisandro.