Prefeito e presidente da Câmara Municipal escondem dados sobre condenado da Justiça que presta serviço na Prefeitura de Suzano

Após sofrerem questionamentos do vereador Lisandro Frederico, o presidente da Câmara, vereador Joaquim Rosa, e o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, ambos do PL, se uniram para impedir a transparência de informações relativas a um condenado da Justiça, que presta serviço na Prefeitura de Suzano.

Clique aqui e veja o documento onde o prefeito de Suzano nega esclarecimentos ao vereador.

Douglas Ponte Moreno é amigo do prefeito de Suzano e foi condenado pela Justiça por porte ilegal de armas. Ele foi o autor da tentativa de golpe que tentou cassar o mandato de Lisandro, em novembro de 2019.

Meses depois da tentativa frustrada de cassação, Lisandro recebeu informações anônimas de que Douglas teria feito um acordo com o prefeito de Suzano para cassar o mandato do vereador, em contrapartida, Douglas não precisaria comparecer ao serviço na Prefeitura.

Lisandro realizou diligências no local onde Douglas deveria estar trabalhando. Ele constatou a ilegalidade. Douglas não estava no local. Servidores municipais também afirmaram que nunca teriam visto o amigo do prefeito.

“Ficou evidente que foi feito um acordo para cassar o mandato do único vereador que fiscaliza o Executivo. Essa fiscalização incomoda muito o prefeito”, disse Lisandro.

REQUERIMENTO

O vereador encaminhou um Requerimento de Informações ao prefeito, solicitando esclarecimentos sobre o trabalho de Douglas na Prefeitura, porém, Ashiuchi negou prestar informações sobre o amigo condenado pela Justiça e laranja na tentativa de golpe.

“Requerimento de Informações é uma ferramenta da Câmara de Vereadores e um instrumento de trabalho do parlamentar.  O prefeito tem obrigação de responder. A Justiça já consolidou o entendimento que nenhum prefeito pode negar esclarecimentos aos Requerimentos de Informações” explicou Lisandro.

Indignado com a postura de Ashiuchi, que usou a máquina pública para praticar um golpe contra o vereador e, ainda, se nega a prestar esclarecimentos, Lisandro recorreu ao presidente da Câmara. “O presidente da Câmara é o responsável por defender os interesses do Legislativo. Quando um Poder desrespeita o outro, cabe ao presidente recorrer e pedir que a lei seja cumprida”, disse Lisandro.

Desde o mês de maio, Joaquim Rosa, se recusa a pedir esclarecimentos ao prefeito. “Infelizmente, vivemos um momento que autoridades estão acobertando práticas criminosas. Em Suzano, o Legislativo atua como um mero departamento da Prefeitura”, finalizou Lisandro.

 

DOCUMENTOS QUE CONFIRMAM O CONLUIO: 

CLIQUE AQUI e veja o documento no qual o prefeito de Suzano nega esclarecimentos ao vereador.

CLIQUE AQUI e veja o documento em que Lisandro recorre ao presidente da Câmara pedindo providências.

CLIQUE AQUI e veja o documento no qual Lisandro cobra a falta de providências por parte do presidente da Câmara.

CLIQUE AQUI e veja o documento em que Lisandro insiste e presidente da Câmara continua recusando tomar atitude contra o prefeito.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Conversar agora!
Envie sua mensagem que retornaremos o contato em poucos minutos.

× Chat Online - WhatsApp