Suzano voltará a ter castração gratuita de animais

O retorno desta importante ação de controle da população animal é resultado da emenda do vereador Lisandro Frederico
Suzano voltará a ter castrações gratuitas de cães e gatos. Mil e duzentos animais serão atendidos neste ano. O retorno desta importante ação de controle da população animal é resultado da emenda parlamentar do vereador Lisandro Frederico.
O processo de licitação aberto pela Prefeitura para escolher o responsável pelo serviço já foi realizado. Duas empresas participaram da concorrência. Ambas entidades apresentaram o mesmo sistema de trabalho: Castrações por meio de clínica móvel itinerante. Durante a vigência do contrato de um ano, 800 cães e 400 gatos serão beneficiados.
A técnica utilizada, segundo a empresa que venceu a licitação, possibilitará um procedimento cirúrgico pouco incisivo. “Um plano de trabalho precisa ser apresentado e os detalhes desta técnica será apresentada”, explicou Lisandro.  
“Apesar da previsão de R$ 160 mil para o investimento (correspondente à emenda impositiva), a vencedora concordou em reduzir a proposta para cerca de R$ 90 mil, mantendo as condições previstas no edital”, informou Lisandro. “O retorno do serviço de castração de animais, após quase seis anos sem nenhum tipo de ação deste tipo, é resultado de um trabalho em defesa dos direitos dos animais no município, promovido por toda a sociedade, principalmente os protetores e as ONGs”, afirmou o vereador. 
De acordo com Lisandro, a castração é fundamental para reduzir a superpopulação de animais abandonados. “A castração é uma questão de saúde pública”, garantiu. “Recentemente tivemos dois casos de cachorros de Suzano diagnosticados com leishmaniose e é neste momento, de alerta sobre doenças zoonóticas, que percebemos a importância das políticas públicas sobre a causa animal”, afirmou Lisandro. “A Prefeitura tem ignorado as propostas de controle populacional de cães e gatos e a consequência desta postura é um município vulnerável aos diversos tipos de zoonoses, no entanto, este cenário começa a mudar a partir desta emenda que possibilitará as castrações gratuitas”, ressaltou. 
Emenda
Lisandro destinou as emendas impositiva as quais têm direito a projetos voltados à causa animal e à saúde. Os parlamentares suzanenses, por determinação da Constituição Federal, podem definir onde será aplicado o recurso determinado como emenda que, em 2018, de acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA), foi de algo em torno de R$ 405 mil. 
O vereador encaminhou a maior parte da emenda, R$ 160 mil, para a contração do serviço de castração animal. Outros R$ 100 mil foram direcionados à compra de microchips de identificação de cães e gatos. Um pouco mais de R$ 97 mil será revertido à compra de um veículo de transporte de animais para a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. A aquisição de equipamentos de informática para o Pronto-Socorro Municipal recebeu R$ 47.390,50.