• lisandrofrederico

Câmara de vereadores arquiva sexta denúncia contra prefeito de Suzano

Por unanimidade a Câmara de Suzano arquivou nesta quarta-feira a Denúncia que acusava o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) de pratica de improbidade administrativa.

Ashiuchi alugou um imóvel localizado na Rua Benjamin Constant, no Centro, com a justificativa que o local seria usado para sediar serviços de saúde. O imóvel sofreu reformas e obras financiadas pela Prefeitura. No entanto, nenhum serviço foi oferecido à população naquele local. Por outro lado, o aluguel do espaço foi rigorosamente pago pelo prefeito com dinheiro dos altos impostos cobrados na cidade.

A Denúncia foi protocolada pelo vereador Lisandro Frederico e a votação que daria início as investigações ocorreu na sessão ordinária da Câmara desta quarta-feira (04/02).

A sessão de votação teve um rito diferente do costume. Os vereadores autores de Requerimentos e Projetos que seriam lidos decidiram pedir o adiamento de todas proposituras previstas no expediente e na pauta da sessão. Somente os vereadores Lisandro Frederico e André Marques de Abreu mantiveram seus Requerimentos para serem lidos na sessão.

Com o adiamento dos projetos, a sessão aconteceu em tempo recorde de aproximadamente 40 minutos, já que o único item da pauta seria a Denúncia contra o prefeito.

O presidente da sessão deu início a leitura da Denúncia para o público presente no plenário da Câmara, mas os vereadores da base de Ashiuchi solicitaram a dispensa da leitura completa.

A votação da Denúncia durou 3 minutos e por unanimidade os vereadores decidiram pelo arquivamento da Denúncia. Nenhum deles utilizou seu tempo na Tribuna para justificar o motivo do arquivamento.

Como o vereador Lisandro Frederico era o Denunciante, ele precisou ser substituído nesta votação. Seu suplente, Arthur Yukio Takayma foi empossado e votou pelo arquivamento da Denúncia. Arthur trabalha para o prefeito Rodrigo Ashiuchi. Ele foi nomeado pelo prefeito ao cargo de assessor especial da Secretaria de Governo.

“Fiquei surpreso com o resultado. Há poucos meses a Câmara decidiu por unanimidade abrir dois pedidos de cassação contra mim, o que me pareceu demonstrar que a Casa estava interessada em investigar ilegalidades em Suzano” disse Lisandro.

“A Denúncia apresentada hoje acompanhava provas inquestionáveis de improbidade administrativa cometida pelo prefeito, mas ninguém explicou porque não querem investigar” afirmou o vereador.

Essa foi a sexta Denúncia que a Câmara recebeu para investigar ilegalidades praticadas pelo prefeito. Em todos os casos houve o arquivamento sem iniciar as investigações. Uma das denúncias tratava sobre o aumento ilegal da passagem de ônibus, que foi dez vezes maior que o solicitado pela empresa de transporte.

RÉU CONFESSO

Somente o jornal Diário de Suzano esteve na sessão de votação da Denúncia. Na matéria publicada pelo jornal a Prefeitura tentou justificar a improbidade, mas não escondeu que o prefeito realmente pagou os aluguéis de um imóvel sem utilizá-lo: “O aluguel do espaço foi rigorosamente pago pelo prefeito com dinheiro dos altos impostos dos suzaneneses” diz a matéria.

0 visualização0 comentário

Lisandro Frederico foi vereador entre 2017/2020. É formado na área de Comunicação e desde criança atua na proteção aos animais. Na Câmara Lisandro lutou por por uma Política mais transparente e honesta, conduzindo seu mandato em defesa dos direitos e interesses do cidadão. Foi o único vereador a cumprir seu papel, fiscalizando e denunciando escândalos envolvendo a Prefeitura de Suzano. Fora do mandato Lisandro continua atuante em conscientizar as pessoas e engajá-las na mudança que a Política do nosso país precisa. 

Receba nossas atualizações

MAPA DO SITE

Encontrou erros nesta página?
  • Branca Ícone Instagram