• lisandrofrederico

Retrocesso na defesa dos animais


O texto foi aprovado por 366 votos favoráveis e 50 contrários. Houve ainda seis abstenções. Por se tratar de uma mudança na Constituição, eram exigidos ao menos 308 votos para a aprovação.


Como já foi aprovada no Senado, a proposta ainda precisará passar por mais uma votação na Câmara, em segundo turno, para ser promulgada.

Com esta decisão, o plenário vai contra a vontade da população brasileira. Pesquisas apontam que mais de 90% dos brasileiros já se manifestaram contra essa atrocidade e crueldade com os animais.

Em outubro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou uma lei do Ceará que regulamentava esse tipo de prática por entender que a atividade impõe sofrimento aos animais e fere os princípios constitucionais de preservação do meio ambiente.

Cerca de 200 laudos técnicos constatam que os animais que participam desse tipo de atividade sofrem maus-tratos, apenas com o objetivo de divertir uma parcela da população.

Não podemos aceitar esse tipo de situação.

Vamos continuar na luta pelos direitos dos animais!!!

0 visualização0 comentário